UNIPAM

Em João Pinheiro: PC prende suspeitos de integrarem grupo criminoso

A dupla presa ontem foi encaminhada à delegacia e liberada após pagamento de fiança

por Weslley Raphael
04/08/2021 - 13h49

Em João Pinheiro: PC prende suspeitos de integrarem grupo criminoso Foto: Polícia Civil de Minas Gerais/Divulgação

Em continuidade à operação Black Time, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, nessa terça-feira (3/8), dois suspeitos por porte de arma e receptação, em João Pinheiro, no Noroeste de Minas, durante o cumprimento de 13 mandados de busca e apreensão. A dupla é suspeita de integrar um grupo criminoso, do qual já foram 13 pessoas presas, ao todo, nos estados de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, em ações realizadas pela PCMG, Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO).

A operação Black Time teve início no dia 19 de maio, quando ocorreu um homicídio que vitimou um suspeito de liderar o tráfico de drogas em João Pinheiro. Quatro suspeitos de envolvimento nesse crime foram presos. Ainda, as investigações levaram ao desmantelamento do grupo criminoso, com sede em Uberlândia e membros de João Pinheiro e de cidades goianas.

Durante as investigações, ocorreram outros dois homicídios envolvendo os integrantes do grupo criminoso, na cidade de João Pinheiro. Um deles resultou na prisão de duas pessoas e o outro está em apuração pela PCMG.

Além disso, cinco suspeitos de Uberlândia chegaram a ser presos, no estado goiano, ocasião em que também foram apreendidos um veículo e 2 quilos de crack.

A dupla presa ontem foi encaminhada à delegacia e liberada após pagamento de fiança, conforme previsão legal. As investigações prosseguem.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook. Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

*Permitido compartilhamento e ou cópia desde preservada a fonte  (LEI Nº 9.610/98)

Fonte: : Polícia Civil de Minas Gerais

OUTRAS NOTÍCIAS