Patos em Destaque Whats

VÍDEO: Operação Al Capone resulta na prisão de dez suspeitos

A operação contou com o empenho de 40 policiais civis e 51 militares

por Weslley Raphael
06/05/2022 - 11h42

VÍDEO: Operação Al Capone resulta na prisão de dez suspeitos

Com o objetivo de desarticular um grupo especializado no tráfico de drogas e de armas de fogo, as polícias Civil e Militar de Minas Gerais deflagraram, nesta quinta-feira (5/5), a operação Al Capone, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Dez pessoas, com idades entre 18 e 44 anos, foram presas, incluindo dois homens apontados como líderes do grupo e um terceiro que exercia uma função de articulação na organização criminosa.

No curso da ação policial, ainda foram cumpridos 26 mandados de busca e apreensão nos bairros Sebastião Amorim, Jardim Panorâmico, Ipanema, Antônio Caixeta, Vila Garcia, Cônego Getúlio e Chácaras Pôr do Sol. As equipes arrecadaram quatro pés de maconha, duas balanças de precisão, buchas de maconha, duas armas de fogo, um simulacro e mais de R$ 20 mil.

Das prisões efetuadas, três foram em decorrência de ordem judicial, e sete em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo.

A operação contou com o empenho de 40 policiais civis e 51 militares, 23 viaturas e quatro cães farejadores da Polícia Militar.

Al Capone

O nome da operação faz alusão ao líder de um grupo que geria diversas atividades criminosas, como apostas, agiotagem, prostituição e, principalmente, comércio e contrabando de bebidas. Os líderes investigados geriam estabelecimentos comerciais - venda de bebidas, ferro-velho e até mesmo prostíbulos - para dissimular e facilitar a venda de drogas e armas de fogo.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook. Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

*Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pelo site é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(os) o(s) autor(es) e o portal Patos em Destaque.

Fonte: : PCMG

OUTRAS NOTÍCIAS