Faculdade Patos de Minas - FPM

Projeto "Delegacia Humanizada" é implementado em delegacia de Araxá

Após a escuta, vítima e família são orientadas, atendidas em demandas pontuais e, se necessário, encaminhadas para acompanhamento pelo Conselho Tutelar ou para atendimento psicológico

por Weslley Raphael
20/07/2021 - 10h10

Projeto Foto: Polícia Civil de Minas Gerais/Divulgação

Com o objetivo de potencializar e humanizar o atendimento em casos de crimes contra crianças e adolescentes, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da Delegacia de Orientação e Proteção à Família em Araxá, lançou o projeto “Delegacia Humanizada”. Assim, a instituição pretende oferecer o acolhimento e a escuta especializada de crianças e adolescentes vítimas de crimes sexuais, além da avaliação psicossocial da família, conforme previsto na Lei nº 13.431/17.

Por meio de um ambiente humanizado, acolhedor e livre de julgamentos, as vítimas são ouvidas por uma equipe especializada que estabelece um vínculo de confiança com a vítima, facilitando o relato dos fatos e ajudando a reparar o estado emocional dela. Após a escuta, vítima e família são orientadas, atendidas em demandas pontuais e, se necessário, encaminhadas para acompanhamento pelo Conselho Tutelar ou para atendimento psicológico.

A Polícia Civil reforça que o enfrentamento à violência contra as crianças e adolescentes impõe-se não somente na investigação e apuração dos fatos, mas também no atendimento integral, social e psicológico das vítimas que se sentem mais confortáveis para relatar e expor a violência sofrida.

O projeto conta com a parceria do Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep) de Araxá e com uma equipe multidisciplinar, composta por psicóloga e assistente social. A cerimônia de inauguração, realizada na sexta-feira (16/7), contou com a presença de representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Secretaria de Ação Social, Consep, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Tutelar.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook. Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

 
Fonte: : Polícia Civil de Minas Gerais

OUTRAS NOTÍCIAS