Patos em Destaque
EMPRESTA

FAMÍLIA ACIONA POLÍCIA APÓS HOMEM SUSPEITO DE ATROPELAR E MATAR MULHER AFIXAR PLACA NO TÚMULO DA VÍTIMA

Caso aconteceu em Carmo do Paranaíba

WESLLEY RAPHAEL
QUINTA-FEIRA, 15/10/2020
Família aciona polícia após homem suspeito de atropelar e matar mulher afixar placa no túmulo da vítima Crédito: Tô na Mídia CP

Uma família da cidade de Carmo do Paranaíba está revoltada com a atitude do ex-namorado de uma mulher, que está sepultada no cemitério da cidade. Tudo porque ele, que é acusado de atropelar e matar a ex, teria se apropriado de fotografias da vítima e mandado confeccionar uma placa com uma mensagem de amor e fixado no túmulo da falecida. A história virou caso de polícia nesta quarta-feira (14/10), depois que o pai e um irmão da mulher foram ao cemitério e presenciaram o fato. Diante do descontentamento, eles arrancaram o objeto. Os parentes da vítima Elaine Cristina dos Santos Ferreira, preferiram então acionar a Polícia Militar.

ENTENDA COMO OCORREU O ACIDENTE QUE MATOU ELAINE

O acidente que matou a mulher de 42 anos aconteceu quando ela transitava em uma motocicleta e foi atropelado pelo então companheiro, que conduzia um caminhão. No momento da fatalidade o motorista do veículo fugiu do local, sem prestar socorro à vítima. A morte ocorreu por volta das 22h00 do domingo (21/06), na Avenida Zico da Usina, próximo à bifurcação com a Rua Monte Carmelo, quando moradores do local escutaram um estrondo e ao verificar o que estava acontecendo depararam com a vítima caída ao solo com muitos ferimentos ao lado da motoneta Honda/Biz, que ela conduzia.

Uma ambulância da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi acionada, mas o médico da unidade constatou que a mulher já se encontrava sem os sinais vitais. Após conversas com um filho da vítima, ele alegou que a mãe, juntamente com o companheiro, teria feito uso de bebida alcoólica durante todo o domingo e que eles teriam tido uma discussão. A mulher teria ameaçado chamar a polícia, momento que o companheiro pegou algumas roupas, saiu de casa e foi até o caminhão dele, que é utilizado para fazer transporte de leite.

O caminhoneiro teria saído com o veículo, sendo que a mulher foi atrás com a motoneta. Através do sistema de vídeo monitoramento (Programa Olho Vivo), foi possível visualizar que na Rua Sete de Setembro o caminhão estava parado enquanto o casal conversava. Em certo momento, a vítima se posicionou com a motoneta em frente ao caminhão para tentar impedir que o caminhoneiro deixasse o local. Mas logo depois, o homem conseguiu sair com o veículo, sendo acompanhado pela mulher na Honda/Biz, sentido a Avenida Zico da Usina, mas logo depois as imagens fugiram do alcance das câmeras do sistema de monitoramento “Olho Vivo”.

A perícia da Polícia Civil constatou marcas condizentes com os pneus de um caminhão no local. Após rastreamentos, a Polícia Militar encontrou o veículo do companheiro da vítima estacionado na Rua José Albino de Oliveira, ao lado de um barracão. O perito Renato esteve no local e constatou marcas no para-choque dianteiro do caminhão, sendo que havia nele tinta com a cor da motocicleta da vítima.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 98873-4068.

Materia: Vanderlei Gontijo 

Fonte: Tô na Mídia CP.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Desenvolvido pela itsit.es