Patos em Destaque
Faculdade Patos de Minas - FPM

COVID-19: COMITÊ MUNICIPAL ELABORA PROTOCOLO ESPECÍFICO PARA ENSINO EXTRACURRICULAR

Documento trata especialmente de medidas a serem adotadas com o público infantil, uma vez que é comum crianças frequentarem aulas de idiomas, balé e música, por exemplo

WESLLEY RAPHAEL
QUINTA-FEIRA, 15/10/2020
Covid-19: comitê municipal elabora protocolo específico para ensino extracurricular Protocolo prevê que, antes da abertura do espaço, deve ser feita limpeza geral e desinfecção das instalações

O ensino extracurricular está liberado em municípios classificados a partir da onda amarela do Minas Consciente, como é o caso de Patos de Minas atualmente. E, para garantir mais segurança durante as atividades, o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 elaborou protocolo específico para esse segmento. O documento, baseado em orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), foi validado pela Vigilância Sanitária local e estabelece, por exemplo, que o número de pessoas num mesmo espaço/turma não ultrapasse 30% da capacidade total do ambiente, sendo obrigatório manter distância de 1,5 m entre os presentes.

Para oferecer ensino extracurricular, os estabelecimentos devem estar registrados em subgrupos do CNAE "Outras atividades de ensino" autorizados a funcionar na fase intermediária do plano, sendo eles: ensino de idiomas; treinamento em informática; treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial; cursos preparatórios para concurso; ensino de esportes; ensino de dança; ensino de artes cênicas; ensino de música e ensino de arte e cultura não especificado anteriormente. Crianças podem ser público dessas aulas, o que requer cuidados redobrados, mas não impede o funcionamento.

"Preparamos o protocolo, inclusive, pensando especialmente nesse grupo infantil, que naturalmente frequenta aulas de balé, inglês, música e pintura, por exemplo. Tudo foi elaborado e estudado com muita responsabilidade e sob aval de profissionais da saúde. Nosso objetivo é orientar os estabelecimentos de modo que eles possam oferecer as atividades com segurança para alunos e colaboradores", explica o coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, Célio Adriano Lopes. "Algumas escolas de educação infantil adaptaram o CNAE para trabalhar com ensino extracurricular, sendo essa uma opção que não fere o Minas Consciente", acrescenta.

O protocolo de segurança reforça que, mesmo não sendo de grupos de risco, alunos e funcionários, se doentes, não devem frequentar as atividades. "É importante que cada empresa adote políticas de educação para prevenção de infecções que envolvam crianças, pais, colaboradores e auxiliares da administração. Os pais devem ser orientados a não levar os filhos às atividades ao menor indício de quadro infeccioso, seja febre, manifestações respiratórias, diarreia, entre outras. Eles devem ser mantidos afastados enquanto é aguardada a conclusão do diagnóstico", diz o documento. A temperatura dos alunos deve ser aferida na chegada ao local, não podendo entrar aqueles com mais de 37ºC.

Vale destacar que pessoas do grupo de risco (doenças crônicas, diabetes, transplantados), sejam adultos ou crianças, não devem frequentar presencialmente quaisquer aulas.

Onda verde - A microrregião de Patos de Minas está classificada na onda verde do Minas Consciente do próximo sábado (17) ao dia 23 de outubro. Nessa fase do plano, a retomada das aulas presenciais na educação básica está autorizada, contudo esse retorno depende de normatização pelo município.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 98873-4068.

Fonte: ASCOM.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Desenvolvido pela itsit.es