Tudo no Pote Bolos
Patos em Destaque
Academia Evolution

PATOS DE MINAS JÁ TEM MAIS DE 500 CASOS DE DENGUE EM 2020

Desses dados coletados, 15 foram confirmados no mês de junho

WESLLEY RAPHAEL
SEXTA-FEIRA, 03/07/2020
Patos de Minas já tem mais de 500 casos de dengue em 2020

O sétimo mês do ano ainda nem começou direito, mas Patos de Minas, já contabiliza 520 casos confirmados de dengue. O levantamento é do Programa Municipal de Combate a Dengue. A cidade já acumula 1260 notificações desde o mês de janeiro de 2020.

Desses dados coletados, 15 foram confirmados no mês de junho. Já foram descartadas 357 e 383 pessoas aguardam o resultado do fechamento da doença. Os principais sintomas da dengue são: febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimento dos olhos, mal estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo. No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas), leve ou grave. Neste último caso pode levar até a morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Em alguns casos também apresenta manchas vermelhas na pele.

Na fase febril inicial da dengue, pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados, todos oferecidos de forma integral e gratuita por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas pláticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia - quando os mosquitos são mais ativos - proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser uma das medidas adotadas, principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros proporcionam boa proteção para aqueles que dormem durante o dia, como bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 98873-4068.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Desenvolvido pela itsit.es