Faculdade Patos de Minas - FPM
Patos em Destaque
Libertadores da América
Campeonato Brasileiro

JANEIRO BRANCO REFORÇA OS CUIDADOS COM A SAÚDE MENTAL

No CAPS-II serão realizadas rodas de conversa e orientações junto aos usuários que são atendidos no serviço

WESLLEY RAPHAEL
QUARTA-FEIRA, 10/01/2018
Janeiro Branco reforça os cuidados com a saúde mental

O Janeiro Branco é uma campanha nacional sem fins lucrativos e que convida a sociedade, desde 2014, a pensar em suas vidas, no sentido e no propósito dela, na qualidade de seus relacionamentos e no quanto as pessoas conhecem sobre suas emoções, pensamentos e comportamentos. Esta campanha foi iniciada por profissionais da área de Psicologia para que se possam criar espaços de diálogo e aproximações com este tema, visando a fomentar estratégias que atuem no cuidado e na prevenção em saúde mental.

De acordo com a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial II (CAPS-II), Priscila Tosta de Lima Vilas Boas, as campanhas do “Janeiro Branco” são realizadas com o foco em toda a população. “A ideia da campanha é conscientizar sobre a importância dos cuidados em saúde mental. Como não é uma campanha oficializada pelo Ministério da Saúde, fica a cargo do Município e dos serviços de saúde, definir suas ações que serão realizadas em seu território”, disse a coordenadora. 

Em Patos de Minas, as ações serão realizadas no CAPS-II com rodas de conversa e orientação junto aos usuários que são atendidos pelos serviços prestados, através da Unidade de Atenção Psicossocial. Segundo a coordenadora do CAPS-II, as atividades do “Janeiro Branco” precisam alcançar e chamar a atenção da sociedade, pois se faz necessária a disseminação de conhecimento sobre doenças mentais para que, assim, se possa entender melhor e desmistificar o adoecimento psíquico.

Os principais casos de doenças mentais, segundo Priscila, são quadros de ansiedade e depressão, considerados os “males do Século”. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão. Segundo dados da OMS divulgados em fevereiro do ano passado, 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade e a depressão afeta 5,8% da população. Os fatores que proporcionam este cenário são socioeconômicos, como: pobreza, desemprego e ambientais. 

Mas de acordo com Priscila Vilas Boas, existem tratamentos para essas doenças. “Os casos graves e persistentes devem ser acompanhados pelo CAPS, que conta com profissionais especializados de diversas áreas. Casos leves e moderados, são tratados nas Unidades Básicas de Saúde, através da Atenção primária”, ressaltou.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no Twitter e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 99681 6684.

Fonte: ASCOM.

Horoscopo do Dia
Copa do Brasil
SindComércio - Patos de Minas
Desenvolvido pela itsit.es