Patos em Destaque
Jornal Folha Patense
Libertadores da América
Campeonato Brasileiro
CDL Patos de Minas

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DIVULGA RESULTADO DO ACOMPANHAMENTO PERMANENTE DOS ATESTADOS MÉDICOS DOS SERVIDORES

No comparativo de abril com outubro mostra que o a quantidade de atestados diminuiu em 42%.

WESLLEY RAPHAEL
TERÇA-FEIRA, 06/11/2018
Secretaria de Administração divulga resultado do acompanhamento permanente dos atestados médicos dos servidores

A Prefeitura de Patos de Minas, através da Secretaria Municipal de Administração (SMA), tem realizado um trabalho contínuo de acompanhamento dos atestados médicos apresentados ao departamento de Medicina do Trabalho por servidores municipais efetivos e contratados. O intuito é analisar as principais causas de afastamentos e propor condições favoráveis para melhorar a saúde dos trabalhadores, além de fiscalizar e coibir irregularidades.

De janeiro a outubro de 2018, já foram contabilizados 2596 atestados, sendo 2117 por licença de saúde e 479 para acompanhamento de tratamento médico. Desse total, 1714 (66,02%) foram solicitados por funcionários efetivos e 882 (33,98%) por pessoal contratado. A secretaria que lidera o ranking de número de atestados é a de Saúde (1388), seguida pela de Educação (801) e de Desenvolvimento Social (105). Os meses com maior número de atestados apresentados foram abril (382), março (377) e fevereiro (293). No comparativo de abril com outubro mostra que o a quantidade de atestados diminuiu em 42%.

O total de dias perdidos já passa de 37 mil, e mesmo com a redução do número dos atestados, o impacto nos cofres públicos municipais é bastante significativo. O custo geral com os atestados de janeiro a outubro chega a R$3,4 milhões, sendo a Secretaria Municipal de Saúde com o valor mais elevado (R$1,8 milhões), seguida pela Semed (R$1,1 milhões) e Semop (R$160 mil). No comparativo de abril com outubro a prefeitura conseguiu economizar R$258.530,00.

As doenças que mais acometeram os trabalhadores municipais vão desde diarreias, dores na coluna, conjuntivite e sinusite, a cirurgias. Dentre o total de atestados, os Professores de Educação Básica lideram o ranking com 355 e 3.890 dias perdidos. Os auxiliares de serviço já tiraram 286 atestados em 2018 e perderam 5.216 dias. Os agentes comunitários de saúde ocupam o 3º lugar com 223 atestados (5.337 dias) e os educadores infantis protocolaram 187 justificativas médicas totalizando 3.305 dias perdidos. Os médicos já se afastaram 77 vezes e perderam 1.047 dias de trabalho.

“Os resultados mostram que não estamos medindo esforços para acompanhar e solucionar os principais problemas relacionados com os afastamentos dos nossos servidores. Essa redução é fruto do bom trabalho realizado pelas equipes da Medicina do Trabalho”, destacou o Secretário Municipal de Administração, José Martins Coelho.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no Twitter e Facebook . Envie informações à redação do portal por WhatsApp pelo telefone (34) 99681 6684.

Fonte: ASCOM.

Horoscopo do Dia
Copa do Brasil
Desenvolvido pela itsit.es