FPM

Comunidade de Andrequicé de luto pela perda da pequena Maria Vitória

Tragédia abala moradores e revela desafios no sistema de saúde da região

por Weslley Raphael
05/07/2024 - 12h04

Comunidade de Andrequicé de luto pela perda da pequena Maria Vitória

A comunidade de Andrequicé, localizada no município de Presidente Olegário, amanheceu em luto nesta sexta-feira. A pequena Maria Vitória Vitalino Braga, de apenas seis anos, faleceu na noite de quinta-feira (04) na Santa Casa de Belo Horizonte, onde estava internada após uma árdua batalha contra uma doença desconhecida. A morte da criança trouxe tristeza e um sentimento de impotência para todos que acompanharam sua luta pela vida.

A história de Maria Vitória e sua família comoveu a região. A menina começou a sentir-se mal, e seus pais rapidamente a levaram ao médico. Dada a gravidade da situação e a dificuldade em diagnosticar a doença, Maria Vitória foi transferida para o Hospital Regional Antônio Dias, em Patos de Minas. No entanto, os médicos locais não conseguiram identificar a causa de sua enfermidade, o que levou à decisão de transferi-la para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica.

A transferência de Maria Vitória expôs um problema crítico na região de Patos de Minas: a falta de UTI Pediátrica disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A criança precisou esperar cinco dias até que, devido à repercussão do caso, um avião do Corpo de Bombeiros fosse designado para levá-la à Santa Casa de Belo Horizonte. Apesar de todos os esforços dos médicos, incluindo sessões de hemodiálise, Maria Vitória não resistiu.

Maria Vitória receberá suas últimas homenagens na própria comunidade de Andrequicé. O velório está programado para ocorrer das 09h às 17h no Salão da Igreja de Nossa Senhora da Abadia. A cerimônia será uma oportunidade para amigos, familiares e moradores da região expressarem seu pesar e solidariedade à família enlutada.

A morte de Maria Vitória não apenas entristece a comunidade, mas também levanta importantes questões sobre o sistema de saúde na região. A falta de UTI Pediátrica em Patos de Minas e a demora na transferência da criança para um centro especializado são exemplos das lacunas que ainda existem no atendimento à saúde pública. A situação de Maria Vitória é um triste lembrete da necessidade urgente de melhorias e investimentos na infraestrutura de saúde para evitar que outras famílias passem por um sofrimento semelhante.

O caso de Maria Vitória mobilizou não apenas a comunidade de Andrequicé, mas também pessoas de diversas regiões que acompanharam sua luta. A solidariedade demonstrada, desde a repercussão que acelerou sua transferência até as manifestações de apoio à família, destaca a importância do engajamento social em momentos de crise. A perda de Maria Vitória é sentida por muitos, e sua história permanecerá como um símbolo de resistência e a necessidade de um sistema de saúde mais eficaz e acessível para todos.

A comunidade de Andrequicé se une agora em luto, refletindo sobre a importância de avanços na saúde pública e lembrando a breve, mas impactante, vida da pequena Maria Vitória.

Receba notícias diariamente através do WhatsApp (CLIQUE AQUI). Para ler mais notícias do Patos em Destaque, clique em NOTÍCIAS. Siga também o Patos em Destaque no TwitterInstagram e Facebook. Envie informações à redação do portal por e-mail: [email protected].

*Política de uso: A reprodução de textos, fotografias e outros conteúdos publicados pelo site é livre; porém, solicitamos que seja(m) citado(os) o(s) autor(es) e o portal Patos em Destaque.

 


OUTRAS NOTÍCIAS